Está chegando a hora de conhecermos os campeões do Beach Tennis Cearense em 2017! De 1 a 3 de Dezembro teremos a 7ͣ e última etapa do Circuito Cearense de Beach Tennis na Barraca Santa Praia.

Em algumas categorias já temos os vencedores do ano confirmados, como os invictos Rodrigo Ponte e Márcio Petrone na Duplas Masculina Profissional. Porém, nas categorias amadoras, as brigas pelo título, vice e promoção de categoria estão em aberto.

Com a premiação dos melhores de 2017 programada para segunda semana de Janeiro, ninguém vai querer ficar de fora! Inscrições ainda estão abertas através do site torneios.teniscearense.com.br

Confira abaixo um resumo dos postulantes ao título de cada categoria. Para o ranking completo, Clique Aqui.

 

 

 

 

+ SIMPLES +

Enquanto esta modalidade é pouco disputada entre as mulheres(tivemos apenas 1 torneio feminino na temporada), a briga entre os marmanjos é grande. Kauê Espanhol garantiu o título da Simples Pró, mas as outras categorias estão em aberto:

– André Simplício e Igor Barden deverão fazer um grande duelo para definição do campeão da categoria Simples A!

– Sérgio Calbucci está se recuperando de lesão na lombar e vai tentar levar o título, Ainda assim, alguns atletas ainda tem chances de título. Promessa de duelos emocionantes e exaustivos para definição da categoria Simples B!

– Na Simples C, Paulo Vitor segue em busca do título enquanto Rafael Cardozo e Leo Diego ainda podem ser vice campeões já que Marcelo Borges e Benizio Gomes subiram para categoria B no meio da temporada.

 

 

 

+ MISTAS +

Nestas categorias, serão premiados o melhor atleta masculino e a melhor atleta feminina. Duas duplas dominaram as mistas neste ano: Bruce Mállio/Joyce Paiva e o casal Emanuel Marques/Cris Marques sagraram-se antecipadamente campeões da temporada nas mistas B e C respectivamente. Na Mista A e Mista Pró, os títulos ainda estão em aberto:

– Entre os homens, Bruno Santos tem a “faca e o queijo” na mão para conquistar a categoria Mista A com a ausência de Bruno Mállio nesta última etapa. Vitória Vasconcelos também deve garantir o título de melhor mulher da categoria.

– Na Mista Pró, Fernanda Barden é seguida de perto por Cris Feijó. Já entre os homens, a briga pelo título de melhor da Mista Pró está entre Bruno Santos, Kauê Espanhol e Ricardo Andrade já que Tiago Carvalho está lesionado.

 

 

+ MASTER +

Dois atletas são premiados nas categorias de duplas. Cris Feijó/Fabi Espanhol dominaram a 35+ enquanto Patury/César Benizio também foram superiores na 45+. Ainda temos disputas na 35+ masculina e 45+ feminina:

– Bruce Mállio/Victor “Manteiga” precisam chegar à final para garantirem o título da 35+ Masculina. Rafael Cysne, com ajuda de Felipe Ferraro, não vai deixar barato!

– Na 45+ feminina, a briga está entre as quatro primeiras no ranking. Adriana, Lanuza, Eveline e Sâmia estão na disputa pelo título.

 

 

+ DUPLAS MASCULINAS E FEMININAS POR NÍVEL TÉCNICO +

Desde já parabenizamos os campeões antecipados Rodrigo Ponte/Márcio Petrone(Duplas Masculina Pró), os irmãos Bruce e Bruno Mállio(Duplas Masculina B), a dupla Marília Câmara/Fabi Espanhol (Duplas Feminina Pró) e Cristiane Marques/Beatriz Borges(Duplas Feminina C). Estas quatro parcerias dominaram suas categorias em 2017. Já nas outras categorias, o “bicho vai pegar”:

– Duas duplas brigam pela premiação da categoria Masculina A: Bruno Santos/Pedro Lucca e André Simplício/Carlos Fujita Junior. Rafael Cysne corre por fora na briga por uma vaga na categoria Pró do ano que vem.

 

– Daniel Costa e Anderson Moura se uniram aos irmãos Mállio e garantiram o acesso à categoria A em 2018. 17 atletas (5° ao 21°) disputam as 5 vagas restantes.

 

– Como vários atletas subiram da categoria C para B durante a temporada, podemos ter um empate inédito na primeira colocação entre 5 atletas na categoria C. Porem Caíto Feitosa, João Antero, Henrique Castro e, “o dinossauro do BT”, Neneka ainda competem e estão com as melhores chances de serem premiados.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

– Advindas da Categoria B, Carolina Santos e Hanna Gadelha surpreenderam na categoria A e estão na disputa pelo título da categoria juntamente com Adriana Brasil e Vitória Vasconcelos, as quais provavelmente terão direito ao acesso para categoria Pró em 2018.

– A categoria B feminina talvez seja a mais democrática e acirrada da temporada! Foram 6 torneios e 6 duplas campeãs diferentes! São 8 atletas com possibilidades de conquistar o título do ano. Danielle Varella e Ana Joyce, que conquistaram o 3° lugar na Copa das Federações de Beach Tennis neste ano, estão “ponteando o ranking da categoria. Alem da disputa pelo título, apenas 4 atletas conquistam vaga para a categoria A em 2018. Para apimentar mais a disputa, o fator físico pode ser decisivo pois o Circuito D’ellas será realizado no dia 2 de Dezembro e a última etapa do Cearense no domingo dia 3. Maratona de BT! Elas quase não gostam de jogar!

– Apesar do título indiscutível da Cristiane Marques, a categoria C é onde tudo começa no BT. Ainda existem vagas em aberto para subirem para categoria B em 2018.

 

 

 

Fortaleza, 19 de Novembro de 2017